American Dream: Namorado Americano – Como tudo começou

25 de setembro de 2018
15 de setembro, 2017

Setembro do ano passado o American Dream que eu nunca tive a ambição de viver oficialmente começava.

Bem assim, naturalmente, como um plano perfeito que não havia sido previamente planejado por mim. Mas sim por alguém muito maior do que nós.

Essa é uma das minhas aventuras favoritas entre muitas outras que eu já vivi. A nossa história de amor é linda em teoria mas na prática é estranha e sem sentido. Por isso eu prometo poupar vocês de ler ela por aqui.

Mas se ainda assim você tiver interessado, fique a vontade pra clicar aqui e ler a matéria que a revista Capricho escreveu sobre o nosso relacionamento.

Em resumo, eu e o Zack nos conhecemos em um dia qualquer aqui na Irlanda. A um pouco mais de dois anos atrás. Nós nos conhecemos por acaso e desde então nunca paramos de nos falar.

Mesmo com a distância, ele nos Estados Unidos e eu por aqui, nós nos tornamos super amigos. Eu cá e ele lá, a nossa vida seguia. Um pouco mais de um ano depois, eu decidi tirar férias nos Estados Unidos e foi aí que tudo mudou.

A parte mais linda do nosso relacionamento é sem dúvidas a nossa amizade. Foi exatamente ela que deu vida ao sentimento mais maluco que eu lembro ter sentido até hoje.

Sentimento aquele que eu tive quando cheguei em Massachussets e percebi que estava vivendo pessoalmente uma realidade cheia de amor e carinho que eu já vivia a mais de ano através de uma tela de um telefone.

O verdadeiro sentido da expressão American Dream:

Não só pra mim como pra todo mundo que fez parte daquele momento, o nosso primeiro encontro não teve gosto de ”prazer em (re) conhece-la” mas sim de ”eu sempre soube que o seu lugar era aqui”.

As fotos a seguir são um pouquinho das minhas primeiras vinte e quatro horas na America. Fotos da recepção mais linda e carinhosa que nessa vida eu poderia receber.

Independente de qual significado que a expressão “American Dream” tenha por aí, pra mim o tal ”Sonho Americano” vai ser pra sempre isso: ter sido recebida pelos meus sogros com plaquinha de ”Seja bem vinda Emille” e pelo Zack com um buquê de rosas, chocolate e um ”Mocaco”de pelúcia. Ter recebido de perto, o carinho de pessoas que mesmo não me vendo diariamente estão sempre afetivamente conectadas comigo.

Logo no inicio do nosso relacionamento nós  já aprendemos que estar perto não é fisico mas depois desse nosso reencontro nós decidimos que pelo menos a cada dois meses estar perto também pode ser. ♥

American Dream

American Dream

American DreamAmerican DreamAmerican DreamAmerican DreamAmerican DreamAmerican DreamAmerican DreamAmerican Dream

Leia também: 5 frases que mudaram a minha forma de lidar com o mundo

American DreamAmerican DreamAmerican DreamAmerican Dream

Foi assim que essa história começou e de onde veio essa ainda vem muito mais…

Mesmo geograficamente longe um do outro nós aceitamos o amor que a gente acha (tem certeza!) que merece. E depois disso, grande parte dos nossos planos envolve estar nas alturas.

Nas alturas para voar ao encontro um do outro. Nas alturas para voar em direção de alguns dos nossos maiores sonhos. Juntos.

O mundo no Youtube

MENOR BALADA DO MUNDO - Teledisko, Berlin | Retrato do Mundo

MINHA CAMERA DE VLOG - Canon M100 vs Canon G7x

NOSSO APARTAMENTO EM ROMA - Airbnb | Retrato do Mundo

Empresas que viajam comigo